BLOG construtora você

04 . nov . 2020

Novo programa de habitação da Caixa – Casa Verde e Amarela

O Programa Minha Casa Minha Vida está de cara nova, depois de vinte anos em operação o projeto vai passar a se chamar Minha Casa Verde e Amarela. Mesmo com o nome diferente, a ideia continua a mesma, facilitar o acesso da população de renda mais baixa a ter acesso a uma moradia de qualidade dentro das condições da lei.

No entanto, a mudança não é apenas no nome e traz consigo algumas mudanças no projeto, visando corrigir imperfeições do programa atual (Minha Casa Minha Vida) que eram enfrentados por ele.

Falando em melhorias, o projeto supervisionado pelo atual presidente Jair Messias Bolsonaro tem como principais ideias:

  • Desenvolver de forma eficiente o setor de habitação;
  • Estimular o setor de construção;
  • Aumentar a geração de empregos;
  • Atender 1,6 milhões de famílias de baixa renda até 2024.

Quais serão as melhorias?

O projeto busca garantir o direito real sobre o lote das famílias, oferecendo segurança jurídica, redução de conflitos fundiários, ampliação do acesso ao credito, estimulo a formalização de empresas e aumento imobiliário do país.
O projeto ainda planeja reformar e ampliar os imóveis, promovendo construção de:

  • Telhados
  • Quadras
  • Banheiros
  • Instalações elétricas e/ou hidráulicas
  • Novos pisos

Como funciona a regularização?

Serão atendidos ocupantes de imóveis nos núcleos urbanos com renda mensal de até R$ 5 mil reais.
Para isso é necessário estar registado no Cadúnico do Governo Federal, não possuir outros imóveis no território nacional e o proprietário ser maior de 18 (Dezoito) anos ou emancipado.

Financiamentos

O projeto busca garantir mais recursos para financiamento da tão sonhada casa própria. Mas isso só será possível devido a mudança na taxa de juros sobre o FGTS (menor taxa de juros da história).

A novidade vem em relação a parcela de spread bancário (diferença entre o valor pago pelo banco aos correntistas e o cobrado nas operações de crédito) que foi reduzida gerando mais recursos.

Então, para quem tiver interesse em saber mais sobre esse financiamento é necessário tratar diretamente com as construtoras credenciadas e os bancos operados.

Taxas de juros menor 

Aqui estão algumas informações sobre as taxas de juros do Projeto Casa Verde e Amarela:

Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste:

Grupo 1: Taxa de juros 4,75% a 5% (não cotista do FGTS) e de 4,25% a 4,5 (cotista FGTS);

Grupo 2: Taxa de juros 5,25% a 7% (não cotista do FGTS) e de 4,75% a 6,5 (cotista FGTS);

Grupo 3: Taxa de juros 8,16% (não cotista do FGTS) e de 7,66% (cotista FGTS).

Regiões Norte e Nordeste:

Grupo 1: Taxa de juros 4,75% a 5% (não cotista do FGTS) e de 4,25% a 4,5 (cotista FGTS);

Grupo 2: Taxa de juros 5,25% a 7% (não cotista do FGTS) e de 4,75% a 6,5 (cotista FGTS);

Grupo 3: Taxa de juros 8,16% a 7% (não cotista do FGTS) e de 7,66% (cotista FGTS).

Compartilhar este artigo:

Deixe seu comentário